Designação do projeto | Integração tarifária

Código do projeto | CENTRO-09-1406-FEDER-000022

Objetivo principal | Apoiar a transição para uma economia de baixo teor de carbono em todos os setores

Região de intervenção | Centro – Região de Coimbra

Entidade beneficiária | Município de Coimbra


Data de aprovação | 09.04.2018

Data de início | 28.09.2017

Data de conclusão | 31.12.2019

Custo total elegível | 1.490.865,59 €

Apoio financeiro da União Europeia | FEDER - 1.267.235,75 €

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos | O objetivo é implementar a 
integração tarifária no serviço público de transporte de passageiros no Concelho de 
Coimbra de modo a assegurar que, quando estiver concluído todo o processo de 
aplicação do novo Regime Jurídico do Serviço Público de Transporte de Passageiros 
(RJSPTP), todo o Concelho de Coimbra tenha um sistema tarifário integrado e 
multimodal, que não incluirá apenas os atuais produtos disponibilizados pelos SMTUC 
(passes, bilhetes pré-comprados, bilhetes horários, bilhetes de bordo, bilhetes com 
estacionamento), mas também outros que integrem diversos operadores e modos de 
transporte.
Com a integração tarifária espera-se uma transferência modal do transporte individual 
para modos de transporte mais sustentáveis, como o transporte público e os modos 
suaves, com um impacto positivo em termos ambientais, tanto ao nível da redução das 
emissões, como no decréscimo dos consumos energéticos.
Este impacto traduzir-se-á, na globalidade, por uma redução de 731,4 ton CO2 
equivalente nas emissões de gases com efeito de estufa (GEE) até ao ano alvo de 2023.
Em termos de operação a integração tarifária implicará, mais especificamente, as 
seguintes atividades:
	i.	Efetuar os desenvolvimentos aplicacionais (software) que incluirão a adaptação do 
		sistema central / gestão da base de dados para a criação de mecanismos que 
		possibilitem eventuais repartições de receitas por operadores / fornecedores de 
		serviços e o alargamento do sistema, para além da rede de transporte público dos 
		SMTUC.
	ii.	Adaptar a maior parte dos atuais equipamentos de venda, carregamento e 
		validação de títulos de transporte do sistema de bilhética “Coimbra conVIDA" dos 
		SMTUC para possibilitarem a sua integração no sistema multimodal;
	iii.	Adquirir equipamentos embarcados de validação (validadores), equipamentos 
		embarcados de venda e validação (consolas), equipamentos de venda, 
		carregamento e personalização (postos de venda / agentes), equipamentos 
		portáteis de fiscalização e venda de títulos de transporte e máquinas automáticas 
		de prestação de contas, para atender ao alargamento do sistema multimodal 
		“Coimbra conVIDA";
	iv.	Integrar no sistema multimodal o já existente passe “Bimodal”;
	v.	Estender aos operadores, da futura rede municipal de transporte rodoviário de 
		passageiros, o bilhete multimodal “Deslocações + Estacionamento” do Serviço 
		Park & Ride disponibilizado nos parques de estacionamento Ecovia, atualmente 
		apenas válido nos SMTUC;
	vi.	Promover a criação de mais títulos intermodais;
	vii.	Garantir a diversificação dos canais e pontos de aquisição / carregamento de 
		títulos de transporte a utilizar nos diversos operadores de transporte público e de 
		outros produtos do sistema multimodal “Coimbra conVIDA", para permitir uma 
		maior abrangência territorial e de utilizadores, através do desenvolvimento e 
		implementação de:
		-	Sistema de carregamento de títulos de transporte em máquinas ATM 
			(multibanco);
		-	Sistema de aquisição online de títulos de transporte, que inclua a 
			funcionalidade do carregamento também poder ser efetuado 
			posteriormente nas consolas das viaturas de transporte público;
		-	Sistemas que permitam a utilização de dispositivos móveis (smartphones) 
			como suporte de títulos de transporte, com o recurso ao código de barras 
			2D e / ou aos dispositivos que são equipados com chip “sem contacto” (NFC) 
			(o sistema ficará preparado para acolher estas tecnologias, que serão 
			implementadas caso se venham a tornar mais fiáveis e difundidas); 
		-	Sistema de venda automática de títulos de transporte que inclua a aquisição 
			de Máquinas de Venda Automática. 
	viii.	Garantir a qualidade, fiabilidade, segurança e funcionalidade do sistema de 
		bilhética multimodal. 

A presente candidatura surge na sequência da aprovação do PEDU e respetivo 
contrato entre o Município de Coimbra e a Autoridade de Gestão do Programa 
Operacional Regional do Centro (Centro 2020), datado de 31.05.2016.

Com a presente aprovação pretende-se cumprir os seguintes indicadores de realização 
e de resultado:
	•	Indicador de realização: Sistemas de gestão e informação implementados (N.º) 
		– Valor de referência: 0,00; Meta: 1,00; Ano alvo: 2019; 
	•	Indicador de resultado: Emissão estimada dos gases com efeito de estufa 
		(Ton/CO2) – Valor de referência: 238.619,64; Meta: 237.888,24; Ano alvo: 
		2023.